>>> EVOLUÇÃO <<< ?

>>> EVOLUÇÃO <<< ?

terça-feira, 26 de janeiro de 2010











Deslizamentos e enchentes. De quem é a culpa?




Visão jornalistica:
"Na capital Paulista já choveu 50% acima do esperado. Um deslizamento de terra deixou uma pessoa soterrada em Francisco Morato. A chuva causou o caos no trânsito do Rio".
fonte: www.globo.com/videos/player/noticias (terça-feira 26/01/2010)
Agora leia as entre-linhas...

Essa é a visão simplória dos problemas que já viraram rotina nos grandes centros urbanos e até mesmo em cidades de menor porte e também em zonas rurais brasileiras onde estão ocorrendo chuvas intensas sejam torrenciais ou não. Porém não é tão simples assim.
Os fenômenos naturais como a chuva, o calor, o frio entre outros, não são responsáveis por nenhum desses problemas urbanos. Chover em menor ou maior quantidade é um fato natural em qualquer lugar do mundo, já que o tempo é um estado passageiro ou momentâneo da atmosfera e sendo assim, não se repete identicamente de um ano para o outro como os jornalistas e insistem em instigar você a pensar.
E o clima? Está mudando? O homem é o responsável por isso? Bem, uma coisa de cada vez. O clima é passível de mudanças e está mudando de fato, como já ocorreu em outros períodos no planeta Terra, contudo, o homem não é o único responsável por isso, é sim um colaborador que a partir da poluição que tem origem na queima de combustíveis fósseis, em queimadas, durante o processo de produção industrial dentre outras, este processo de mudanças climáticas ocorra de forma mais rápida.
Sendo assim esse caos que se instala principalmente nos grandes centros urbanos brasileiros no período de verão, em que ocorrem mais chuvas devido a influência das massas de ar equatoriais ou amazônicas que levam umidade a praticamente todo o território brasileiro, não é "culpa" da natureza. Existem dois fatores que ajudam a explicar esse caos: falta de gestão e planejamento urbano e a inexistência do mínimo de educação ambiental por parte da maioria da população.
  • Planejamento e gestão urbana: O Brasil passou e ainda passa por um acelerado processo de urbanização (crescimento das cidades). A principal consequência disso é a falta infra-estrutura nas nessas cidades que na imensa maioria das vezes cresce desordenadamente. Assim as novas moradias são construídas em áreas impróprias para tal fim, como é o caso das encostas de morros e/ou serras e até mesmo às margens dos cursos d'água ou de mananciais. A partir disso não é difícil entender por que ocorrem os deslizamentos e inundações em centros urbanos, já que após a construção dessas moradias em encostas o solo fica desprotegido - já que perdeu seu manto protetor, a vegetação - e sofre acelerado desgaste a partir do processo de erosão, principalmente pluvial e fluvial, tendendo a se acomodar nas partes mais baixas do relevo (é esse deslocamento do solo de uma parte mais alta do relevo para uma parte mais baixa arrastando consigo as moradias e estradas que recebe o nome de deslizamento). Já as moradias construídas às margens dos rios sofrem com as intermitentes inundações que ocorrem no período de cheia desses rios, que aumentam sua vazão e consequentemente aumentam o nível inundando as áreas marginais.
  • Educação ambiental: A falta de consciência ambiental da maioria da população brasileira tem contribuído de forma significativamente para as enchentes nas cidades. Isso ocorre porque as cidades sofrem com a impermeabilização do solo (impossibilidade de infiltração da água da chuva no solo) que é consequência da pavimentação das ruas e até mesmo da compactação do solo (perda da capacidade de absorção de água pelo solo decorrente do pisoteio). Para resolver tal problema a administração pública tem de criar um sistema de captação de águas pluviais que até existem mas devido a poluição e da falta de manutenção não funciona como deveria. O simples ato de jogar o lixo no lixo e não nas ruas como é habitual para muita gente ajudaria e atenuaria o problema, pois assim as bocas de lobo não ficariam entupidas e a agua da chuva e o esgoto seriam ecoados livremente. Contudo a eficácia da administração pública é indispensável e deve assegurar a resolução deste problemas.
Bem, é isso. Fica como alerta: leia as entre linhas das informações da mídia.


sites indicados a respeito do clima e tempo:
para previsões do tempo:
videos:

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

O Brasil e os brasileiros...

Constituído por inúmeros trabalhadores, que saem de suas casas antes mesmo do sol raiar e chegam após o por do sol, sofridos e covardimente explorados por um sistema manipulado por uma minoria detentora do temido conhecimento e mestre na arte de "se dar bem"...
Povo que faz piadinhas dignas de um ignorante ambulante devido à sua enorme ignorância, ou melhor, falta de EDUCAÇÃO... rindo sem ter a mínima noção do isso representa ou do que ele representa nesse papel!
Povo esse que se diz em sua maioria APOLITICO, por não ter conhecimento do que realmente vem a ser política, seja a da sua casa, do seu condomínio, da sua escola, do seu trabalho, enfim... Não sabem assim, que o azar de quem não gosta de política é ser governado por quem gosta. Assim vivem sempre a espera de um herói, sem saber que feliz é aquele povo que não precisa de heróis...
Movidos por um enorme egoísmo, pouco se importa com a situação do próximo e sempre que possível tenta tirar proveito de alguém na mesma situação ou até mesmo pior que a dele, sem saber que assim se alia aos tão "criticados" políticos brasileiros, famosos por conta das pizzas que fazem após um ano de viagens custeadas por esse tal povo brasileiro que os conferiram a legitimidade do poder e pouco ou nunca os cobram respeito e ainda reclamam e criticam veementemente quem cumpri seu papel de cidadão ( olha que baderna!!)....
Esse é o povo brasileiro....

video